Você é realmente positivo? Teste-se!

Positividade, está todo mundo cansado de saber que se tem que pensar positivo! Lá vem gente falando do que já sei. Falar é fácil, queria ver esse discurso se tivesse passado pelo que eu passei. E mais, se conhecesse ela de verdade ia saber que não tem como ser positivo… Blasfêmias!

Esse parágrafo aí de cima garanto que já ouviu alguém falando dessa forma, eu particularmente, enchi o saco de gente chata, e de gente de disfarce positivo. Ser positivo é se entregar ao fluxo e colher o melhor… não ficar olhando a grama do vizinho achando que ele teve mais sorte, ou martirizando o próprio passado para justificar o presente e fugir do futuro. Ser positivo é mais que uma vibe, é um alinhamento de pensamento.

Talvez você já tenha lido Polyana, ou já tenha ouvido falar do mundo dela, onde as coisas são sempre vistas pelo lado positivo, e pode ser que como a maioria dos que se entregam para o seu próprio lado derrotado, pensou que era só mais um conto da carochinha tentando dar uma lição de moral mostrando o copo meio cheio.

Então, vamos falar desse copo meio cheio? Qual a moral dele? Porque eu tenho que me preocupar em ser positivo? Porque enxergar o céu azul quando está nublado? Se você se identificou com essa última pergunta, você com certeza ainda não é de pensamento predominantemente positivo, você é um negativista!

Te explico: essa é uma metáfora, simplesmente uma metáfora, e alguém pode tê-la visto como um engodo. Como ver luxo quando se olha para o lixo. E vou te dizer uma coisa, quem tem pensamento positivo pode realmente ver essa metáfora do lixo acontecendo de verdade.

A moral é que nosso sistema libera substâncias específicas em nosso corpo de acordo com o sentimento e associações que fazemos entre as coisas. Quanto mais negativas as experiências, mas substâncias tóxicas ou viciantes, quanto mais positivas, mais substâncias desse gênero. E um fato, nosso corpo irá buscar por aquelas que predominam, como se fosse um hábito/vício fazê-lo.

Quando você expande seu nível de consciência, tornando seu cérebro mais criativo, passa a despertar pensamentos e combinações que não experimentou antes. Ao fazer isso, você expande tanto o sentido de utilidade das coisas, como o sentimento por trás das relações. Ao forçar-se a ter condutas positivas, você vai aos poucos fazendo com que seu inconsciente tome o mesmo rumo, mas ele não vai instantaneamente para o lado Luz ou Sombra, ele precisa de tempo e de experiências, por isso não é possível transformar-se radicalmente do dia para  a noite.

Ao ter uma consciência mais expandida, e também com o foco positivo, você passa a agir pró-solução, e uma mente pró-solução passa a resolver problemas, e não a cria-los. E essa é a principal diferença entre os comportamentos predominantemente positivos e os predominantemente negativos: criação x destruição. Aos poucos essa metáfora vai ficando cada vez mais clara.

Comece observando seus pensamentos, se eles se concretizassem, as coisas ao seu redor progrediriam para o maior número de pessoas? Se eles se concretizassem, algum projeto iria pelo cano ou somente você cresceria? A resposta sim ao primeiro questionamento te leva ao positivo, o sim na segunda resposta de leva ao negativo. Está pronto para começar a analisar sua forma de pensar? Então responda aos cinco questionamentos abaixo:

  • Seus pensamentos comumente ferem a você ou aos outros?
  • Sua vontade na maioria das vezes é de que os outros sumam?
  • A culpa do que acontece na sua vida é exclusivamente dos outros?
  • Se não fossem coisas que aconteceram no seu passado, hoje sua vida estaria em um lugar completamente melhor?
  • Você preferiria não ter que pensar sobre si mesmo em um nível emocional?

Se você respondeu sim a alguma dessas perguntas, significa que está na hora de rever sua forma de ver o mundo. Fique atento as suas ações e aos seus pensamentos, eles devem de forma geral:

– Não ferir a você nem aos outros propositadamente;

– Construir novas possibilidade e rotinas positivas;

– Trazer mais esperança;

– Fazer com que você tenha confiança e assertividade;

– Trazer soluções para o mundo material.

Precisando de ajuda com algum desses tópicos, converse com a gente! Estamos aqui para te ajudar.

Até mais!

Fonte: http://www.andrehubler.com.br/voce-e-realmente-positivo-teste-se/